Quem Somos /
Histórico

Histórico

O CECOR - Centro de Educação Comunitária Rural é uma Organização da Sociedade Civil - OSC brasileira, de Utilidade Pública Municipal (Lei nº 1246/2010), sediada na cidade de Serra Talhada-PE. Foi fundada em março de 1993, por agricultores(as) e lideranças sindicais do Sertão de Pernambuco, é independente de partidos políticos e credos religiosos, nossas ações estão voltadas para a convivência com o semiárido, tendo como base a agroecologia. Nosso principal objetivo é desenvolver, implantar, sistematizar e difundir formas de produção e comercialização sustentáveis, capazes de promover uma consciência ecológica e produzir os meios necessários para que agricultores/as familiares possam viver no semiárido com dignidade.



Área de Atuação Temática

A ação do CECOR está organizada em três eixos temáticos:

Convivência com o Semiárido, aonde desenvolve ações de acompanhamento técnico, voltadas para a implantação desistemas de produção agroecológica, projetos produtivos, geração de renda, segurança alimentar, criação de pequenos animais, conservação e recuperação de solos degradados e do patrimônio genético (sementes vegetal e animal), preservaçãoe conservação da Caatinga, acesso e gestão dos recursos hídricos;

Acesso a Mercado, com ações voltadas ao desenvolvimento de estratégias para o beneficiamento, comercialização, gestão e inserção nos mercados, de forma familiar e associativa, e no aperfeiçoamento da autogestão dessas iniciativas pelos(as) agricultores(as) familiares;

Gênero e Juventude, eixo voltado para o empoderamento político e econômico das mulheres e jovens das comunidades e assentamentos rurais da região.



Metodologia de Ação

A metodologia de ação tem como pressuposto básico o princípio participativo, buscando em todas elas considerar, resgatar e fortalecer o conhecimento dos agricultores e agricultoras familiares e suas potencialidades, dos pontos de vista social, político, econômico, cultural e ambiental, possibilitando a troca permanente de experiências. Todas as ações propostas estão voltadas para a construção de estratégias que viabilizem a conquista da autonomia por parte das famílias e grupos envolvidos, tornando-os protagonistas de todo o processo.